Apartamentos desabitados na centralidade vandalizados

0

Os apartamentos desabitados na Centralidade do Mussungue, Lunda Norte, estão a ser vandalizados por supostos meliantes, por falta de segurança, denunciou hoje, terça-feira, o administrador do referido distrito urbano, Francisco Mununga.

Sem avançar o número de edifícios e/ou apartamentos desabitados, informou que a centralidade continua ainda sob responsabilidade da Imogestin, o que impossibilita qualquer acção da administração do distrito do Mussungue no que toca a segurança e a comercialização dos apartamentos.

Os supostos meliantes estão a roubar os sistemas de electricidade, louças sanitárias e portas, bem como usar alguns para dormir.

Denunciou que terça parte dos 419 edifícios está insegura, facilitando a acção dos meliantes.

Informou estar a pressionar a Imogestin e o Fundo de Fomento Habitacional, responsáveis pela comercialização dos apartamentos, a fim de retomarem as vendas das residências não habitadas.

Revelou que a empresa construtora da Centralidade não fez ainda a entrega deste património ao governo, para a sua gestão.

A centralidade do Mussungue, inaugurada em 2014, comporta cinco mil e quatro (5004) apartamentos e acolhe actualmente mais de 20 mil habitantes, dos mais de 30 mil previstos.

Concebida pelo Executivo em 2008, como um projecto estruturante, com o objectivo de solucionar o problema do défice habitacional que muitas famílias enfrentam, tem seis zonas e os apartamentos são das tipologias T3, T4 e T5.

Angop

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: