Angola concretizou esta semana o pagamento integral da dívida de 589 mi-lhões de dólares que ainda possuía com o Governo brasileiro, anunciou o Ministério da Economia do país sul-americano.

O pagamento antecipou a quitação de todos os contratos de financiamento vigentes com o Tesouro Nacional do Brasil e com o Banco Nacional do Desenvolvimento Económico e Social (BNDES), que chegaram a somar cinco mil milhões de dólares e poderiam ter sido pagos até 2024.
O Ministério da Economia declarou que, entre 2005 e 2017, Brasil e Angola firmaram seis memorandos de entendimento para ampliar as exportações brasileiras, através do uso de contra-garantias em recursos de petróleo por parte do Governo angolano.
O BNDES financiou 84 operações, que somaram 4,4 mil milhões de dólares, através da linha de crédito de Financiamento de Máquinas e Equipamentos (Finame). Esses financiamentos foram garantidos pelo Estado, através do Seguro de Crédito à Exportação, que dá cobertura em caso de riscos comerciais ou políticos.
O Tesouro Nacional do Brasil direccionou ainda 628,5 milhões de dólares da linha Programa de Financiamento às Exportações – que tem o Banco do Brasil como agente financeiro -, para um total de 37 operações em Angola.
O saldo devedor quitado por Angola dizia respeito a 581 milhões de dólares das operações do BNDES e 8,3 milhões de dólares das operações do Proex.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: