Angola inaugura em Lisboa monumento sobre Alda Lara

0

Uma escultura de betão em homenagem a poetisa, Alda Lara foi inaugurada em Lisboa, pelo embaixador de Angola em Portugal, Carlos Alberto Fonseca. A obra, de autoria do arquitecto angolano Júlio Quaresma, é um monumento virado à tecnologia e a uma nova leitura da escultura contemporânea, com recurso à luz, que potencia a visibilidade de cada componente.

Júlio Quaresma explicou que a escultura, inaugurada dia 28 de Março, está ecológica e tecnologicamente avançada, pois a fonte de alimentação de todas as luminárias em “led” faz-se com recurso a uma placa solar.

De acordo com o arquitecto, a mesma é constituída por quatro elementos quadrangulares, cada um deles representando fases da vida da poetisa.

“O primeiro simboliza a partida e o regresso, o segundo a terra de infância, o terceiro que é apenas uma estrutura, simboliza o percurso cognitivo, político e literário, enquanto o quarto, gravado com as palavras “identidade” e “liberdade”, reflecte os dois elementos base do pensamento poético e da prática vivencial de Alda Lara”, referiu.

Fonte: JA/LD

Share.

Sobre o autor

Avatar

Eliseu Augusto Botelho é jornalista da Televisão Pública de Angola desde Dezembro e 1999. Foi editor do 1º Jornal e do Jornal Nacional, ambos na TPA2 e Coordenador do Jornal da Tarde e co-coordenador do Telejornal, ambos na TPA1. Já foi chefe de redacção do Centro de Produção da TPA em Caxito-Bengo. Actualmente exerce a função de jornalista na Direcção de Multimédia da TPA, cuja tarefa é gerir os conteúdos publicados nas várias páginas do facebook da estação e no seu site oficial. Tem o curso médio de Jornalismo do IMEL e várias formações em Angola e Portugal com professroes, Angolanos, Brasileiros e Portugueses. É licenciado em Relações Internacionais, pelo Instituto Superior de Relações Internacionais, afecto ao Ministério das Relações Exteriores da República de Angola.

Deixar uma resposta