Angola estabelece ligações ferroviárias com a Namíbia

0

Os ministros dos Transportes de Angola, Ricardo de Abreu, e da Namíbia, John Mutorwa, discutiram em Montreal, Canadá, a conclusão das ligações ferroviárias e rodoviárias em localidades fronteiriças já identificadas, o incremento das frequências aéreas a partir de cidades do sul de Angola, com destaque para o Lubango, Catumbela e Ondjiva, assim como da retomada dos voos da Air Namíbia para Luanda.

De acordo com um comunicado do Ministério dos Transportes, a que o Jornal de Angola teve acesso hoje, no encontro, realizado à margem da 40ª Assembleia Geral da Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO), o ministro namibiano manifestou interesse na ligação ferroviária para o qual há uma linha preparada na Namíbia, a poucos metros de Santa Clara. As partes abordaram a possibilidade de a TAAG e a Air Namíbia celebrarem uma parceria para o fortalecimento comercial de ambas as companhias, indica o comunicado, que também dá conta que ficou acordado que os governos vão analisar os acordos durante o mês de Outubro, antes de um encontro entre os dois ministros em Windhoek, previsto para a primeira semana de Novembro, altura em que, por sugestão das autoridades namibianas, Ricardo de Abreu deve deslocar-se ao país vizinho.

“O titular da pasta dos Transportes de Angola deve fazer-se acompanhar de técnicos dos ministério da Construção e Obras Públicas, Turismo e Telecomunicações e Tecnologias de Informação”, diz o comunicado.
Os dois governantes abordaram, no encontro, cinco acordos assinados em 2016 e concluíram que deve ser constituído um grupo técnico para discutir que instrumentos de cooperação devem ser actualizados ou concretizados, para que a cooperação económica bilateral ganhe outra dinâmica e permita ligações fronteiriças economicamente mais vantajosas.

Cooperação com o Qatar
Por outro lado, Ricardo de Abreu encontrou-se com o ministro dos Transportes e Comunicações do Qatar, Jassim Al-Sulaiti, que reafirmou a intenção da Qatar Airways operar um voo diário para Luanda, como forma de incrementar a cooperação com Angola e dar oportunidade a empresários de ambos os países explorarem as áreas de investimento.
Durante o encontro, o governante do Qatar garantiu ao seu homólogo angolano que as autoridades aeronáuticas civis do seu país estão disponíveis para receber técnicos angolanos da Sociedade de Gestão de Aeroportos (SGA), Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENNA) e do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC).

Fonte: JA/LD

Share.

Deixar uma resposta