Angola e PAM assinam protocolo de desenvolvimento sustentável

0

O Governo angolano e o Programa Alimentar Mundial (PAM) rubricaram esta quinta-feira, em Luanda, um Instrumento Jurídico para a promoção e o alcance dos 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e para a nova agenda de acção que vai até 2030.

Assinaram o documento o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, Domingos Custódio Vieira, e a directora Regional do Programa Alimentar Mundial (PAM), Maria Dolores Castro Benitez.

Os objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), também conhecidos como objectivos Globais, são um chamado universal para a acção contra a pobreza, protecção do planeta e para garantir que as pessoas tentam paz e prosperidade.

Esses 17 objectivos foram construídos com o sucesso dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, incluindo novos temas, como a mudança global do clima, desigualdade económica, inovação, consumo sustentável, paz e justiça, entre outras prioridades

Os países membros da ONU reuniram-se na sua sede, em Nova Yorque, para adoptar, formalmente, uma nova agenda de desenvolvimento.

A “Agenda 2030”, em efeitos desde 1 de Janeiro de 2016, que integra os 17 ODS, sucessores dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), que devem ser implementados durante os próximos 15 anos, isto é, até 20130, procura fortalecer a paz universal com mais liberdade.

A representante do PAM informou que o memorando visa, fundamentalmente, apoiar tecnicamente o Governo angolano nas áreas de educação e saúde e dar resposta às mudanças climáticas.

Por sua vez, Domingos Custódio Vieira explicou que o memorando de entendimento vai dar uma nova dinâmica à cooperação com esta instituição do sistema das Nações Unidas.

TPA com Angop/LD

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: