Acusado de 729 crimes por ter violado cinco filhas adotivas durante anos

0

Um homem enfrenta, na Rússia, um processo com 729 acusações de violação por ter abusado sexualmente das suas cinco filhas adotivas durante cinco anos. A mais velha tem 17 anos de idade. Os abusos eram cometidos de forma sistemática e começaram em setembro de 2012.

Os crimes só cessaram em fevereiro deste ano quando umas das meninas desabafou com um professor na escola onde estudava, explica o Siberian Times.

O suspeito tinha adotado as cinco crianças de um orfanato russo e recebia do estado uma pensão de 300 euros por cada uma delas.

De acordo com declarações de fontes próximas da investigação à imprensa russa, quatro das cinco meninas eram violadas diariamente.

O caso está a gerar polémica na Rússia, questionando-se os requisitos que foram exigidos ao homem na altura da candidatura para o processo de adoção e que tipo de averiguações foram feitas ao mesmo. Os serviços sociais locais estão a ser acusados de negligência grave.

Fonte: NM/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: