Aberta excepção às equipas angolanas nas Afrotaças

0

Apesar de o Governo suspender as ligações aéreas, terrestres e marítimas com a África do Sul, devido à propagação da nova estirpe Sars-Cov-2, a Comissão Interministerial de Combate e Prevenção à Covid-19, abriu uma excepção e autorizou à entrada do Kaizer Chiefs, em Luanda, visando o jogo com o 1º de Agosto, terça-feira, às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, para a segunda-mão da última eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de Futebol.

Contactado pelo Jornal de Angola, Carlos Hendrick da Silva, presidente de direcção do 1º de Agosto, disse que “o Governo, no caso a Comissão Interministerial de Combate e Prevenção à Covid-19, tomou uma decisão acertada ao permitir à entrada da equipa adversária. Caso contrário corríamos o risco de sermos eliminados da prova e penalizados pela CAF”, referiu.

Hoje, a partir das 15h00, o 1º de Agosto realiza uma sessão de treino, no Estádio Nacional 11 de Novembro, com o técnico Paulo Duarte a centralizar os trabalhos da equipa nos processos de jogo a adoptar na recepção à formação orientada por Gavin Hunt.
Na parte final do apronto, o treinador português reparte o grupo de jogadores para a habitual “peladinha”, com a finalidade de corrigir imperfeições, montar estratégias e definir os potenciais candidatos para o desafio com os sul-africanos.

Com o “capitão” Dani Massunguna, em dúvida para o desafio com o Kaizer Chiefs, devido  a uma entorse no tornozelo, Paulo Duarte trabalha uma equipa forte e capaz de garantir o apuramento pelo terceiro ano consecutivo à fase de grupos da prova continental.

Depois do empate sem golos, na deslocação à cidade de Joanesburgo, o tetracampeão angolano esmera-se na preparação, com o intuito de receber e vencer o conjunto sul-africano. “Nós estamos proibidos de falhar, porque jogámos em casa. Sabemos que não será um jogo fácil, mas faremos de tudo para passarmos a eliminatória”, garantiu o técnico-assistente, Ivo Raimundo Traça.

Em Luanda, o Sagrada Esperança prepara o desafio diante do Orlando Pirates, a disputar-se quarta-feira, em Joanesburgo, a contar para a segunda mão da última eliminatória de apuramento à fase de grupos da Taça CAF. No primeiro jogo, os diamantíferos perderam para os sul-africanos por (0-1).

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: