Abel Chivukuvuku recolhe propostas e sugestões para o seu novo projecto político

0

Abel Chivukuvuku esteve, na sexta-feira, de visita a província de Cabinda, onde recolheu propostas e sugestões para o seu novo projecto político, cujo primeiro passo para o surgimento acontece em Agosto, com a entrega da documentação junto do Tribunal Constitucional.

Chivukuvuku, à falar à imprensa, no termo das audiências que lhe foram concedidas pelo vice-governador provincial, Joaquim Maliche, e pelo bispo da Diocese Católica de Cabinda, D. Belmiro Chissenguete, disse que a sua visita teve como objectivo interagir com a sociedade local, no intuito de recolher propostas e ideias para o enriquecimento do novo projecto político, cuja denominação não avançou.

“Tenho a certeza absoluta, que em Agosto daremos os primeiros passos para o surgimento da nova força política”, reafirmou Chivukuvuku e adiantou que a nova formação política vai ser do agrado da sociedade angolana.
Abel Chivukuvuku, em 2012, foi o principal mentor da criação da Convergência Ampla de Salvação Eleitoral -Coligação Eleitoral (CASA-CE), formação política que liderou até Fevereiro do ano em curso, altura em que foi afastado da liderança. Na ocasião, líderes de cinco dos seis partidos integrantes da CASA-CE anunciaram o afastamento de Chivukuvuku da liderança da coligação, por alegada “quebra de confiança” , em sua substituição indicaram, o então presidente do grupo parlamentar, André Mendes de Carvalho “Miau”.
De lá para cá, a CASA-CE tem o grupo parlamentar, composto por 16 deputados, dividido. De um lado estão oito deputados fiéis à nova direcção, do outro, os restantes oito parlamentares (que representam o grupo de “independentes” da coligação) que não se revêem na actual direcção.
A CASA-CE foi fundada em 2012, ano em que se transformou na terceira maior força política do país, atrás do MPLA e da UNITA.

Fonte: JA/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: