À procura de um orgasmo? Então evite estes alimentos

0

Se não quer encontrar um entrave ao prazer, veja o que não deve mesmo comer.

Se os alimentos afrodisíacos ajudam a aumentar a chama e intensificam o orgasmo, existem outros que fazem exatamente o contrário e podem mesmo contribuir para uma má noite de amor. E são alimentos bem comuns do dia a dia.

Diz o site Eat This, Not That!, que o pão branco é um dos mais comuns. Por ser um hidrato de carbono simples rico em sal, este alimento faz com que a circulação sanguínea seja menos intensa e a ereção masculina menos eficaz. Os efeitos são semelhantes quando se consomem outros alimentos ricos em sal, como a sopa instantânea, ou ricos em açúcar, que conseguem baixar a libido e comprometer a ereção.
Embora ligue bem com sobremesas e cocktails, a hortelã é também de evitar antes do sexo, uma vez que reduz os níveis de testosterona, a hormona que mais impulsiona o desejo sexual no sexo feminino. E por falar em hormonas, o consumo de queijo pode ser também penoso. Diz a publicação que este produto contém muitas hormonas artificiais que comprometem a regulação das hormonas humanas.
Mas para as mulheres há mais alimentos a evitar e um deles é a meloa. Esta fruta típica do verão é rica numa molécula chamada de mio-inositol, capaz de reduzir os níveis de testosterona em 65%. O mesmo acontece com as sementes de linhaça, quer reduzem a testosterona em 70%.
Como não poderia deixar de ser, as gorduras trans (facilmente encontradas em alimentos processados como os bolos, bolachas e comidas pré-confecionadas) são também nocivas não só para a saúde, como também para a capacidade de alcançar o orgasmo.

Fonte: Lifestyle ao minuto/BA

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: