5 hábitos do dia a dia que ajudam a recuperar o bem-estar

0

Uma boa nutrição não diz só respeito à saúde do corpo – também é sobre a alma. Este foi o tema de um encontro oferecido por Molico na última sexta-feira, 2 de agosto, em São Paulo, com a participação da coach de vida e carreira Ana Raia e Mônica Salgado, Rayza Nicácio, Lara Natacci e Fabiana Scaranzi.

O bate-papo trouxe dicas e muita inspiração para quem deseja conquistar uma vida mais plena, feliz e verdadeiramente nutrida. Autoconhecimento, relacionamentos verdadeiros e tranquilidade foram apontados como elementos-chave para recuperar o bem-estar.

1 – Praticar o autocuidado

Qual foi a última vez que você se colocou em primeiro lugar? Em meio à rotina agitada, muitas vezes acabamos nos esquecendo de praticar o autocuidado. Para a youtuber Rayza Nicácio, este é o primeiro e mais importante hábito do dia: cuidar de si, sem pressa e sem cobrança.

“Antes de começar a trabalhar, faço uma oração, coloco um podcast para tocar, com alguma palestra, e vou fazer a minha rotina de pele e beleza. Só começo meu dia assim”, conta ela. É uma forma de começar um novo dia com mais calma e prazer, na medida certa.

Esta é a rotina de autocuidado da Rayza, mas cada um pode criar um momento só seu! Pode envolver skincare, atividades físicas, um hobbie ou qualquer outra atividade prazerosa e só sua.

2 – Ficar em “off”

Acordar, ir para o trabalho, almoçar, marcar reuniões, estudar, ir à academia, cuidar da família? Hoje em dia, cumprir diferentes papéis ao mesmo tempo é de praxe em nossa sociedade. Para recuperar o bem-estar, porém, é preciso colocar o pé no freio e aproveitar o momento presente. Pode ser de muitas formas: passando momentos com a família, uma tarde no parque ou mesmo durante a leitura de um livro.

“Tenho uma atividade mental intensa, e para me nutrir de verdade tenho que desligar um pouco, ficar sem fazer nada, nada mesmo. É me conectar com meu filho e meus cachorros. Descobri que eu era viciada em trabalho, saboreava as coisas com menos tempo”, conta a jornalista Monica Salgado.

3 – Cultivar bons pensamentos

Parece fácil falar em bons pensamentos e sentimentos, não é mesmo? Na prática, nem sempre é assim. A coach de vida e carreira Ana Raia alerta para um vício muito comum a todos nós: “ficamos obcecados com algum pensamento negativo, e isso baixa a nossa frequência, a nossa energia”, diz.

Por isso, a mentalização positiva é uma forma de combater o estresse e, consequentemente, garantir mais bem-estar ao dia a dia. Sempre que se sentir confrontado por uma emoção negativa, portanto, tente respirar fundo, meditar por alguns instantes e mudar a perspectiva para o que está dando certo em sua vida, tirando o foco dos pensamentos pessimistas.

Também vale a pena agradecer pelas pequenas conquistas. “Não precisamos de grandes vitórias. Basta celebrar algo simples, ou até mesmo a conquista de outra pessoa, ficar feliz por ela. Isso nutre a alma”, comenta Fabiana Scaranzi.

4 – Nutrir relacionamentos

Estar com quem a gente gosta é algo que, de fato, pode nutrir a nossa alma. Para a jornalista e apresentadora Fabiana Scaranzi, este é um cuidado essencial que devemos trazer à nossa rotina. Em vez de ficarmos conectados apenas através das telas e redes sociais, Fabiana reforça a importância do encontro no dia a dia.

“Temos que nutrir os nossos relacionamentos e valorizar os encontros reais”, acredita a jornalista. Por isso, não perca tempo e marque aquele jantar com as amigas ou mesmo com a sua cara-metade. Os relacionamentos beneficiam tanto a nossa saúde física como a emocional.

5 – Se alimentar com mais calma

Pode não parecer, mas a correria do dia a dia está presente em cada gesto nosso, mesmo os mais imperceptíveis e automáticos. Até na hora de comer, por exemplo, mastigamos com pressa e desatenção, o que prejudica a absorção de nutrientes, afetando a saúde como um todo. A correria também afeta as escolhas alimentares que fazemos, por isso, é fundamental pensar nas refeições com mais calma e tranquilidade.

Uma boa aliada é a meditação mindfulness, que estimula o mindful eating, o ato de comer com atenção e consciência. Nessas horas, é fundamental se sentar à mesa da refeição sem o celular ou outras distrações, aproveitando cada garfada. A dica é prestar atenção ao cheiro, temperatura e textura da comida, sem julgamentos e sem pressa.

 

TPA com MINHAVIDA/SM

Share.

Sobre o autor

Sandra Mainsel

Deixar uma resposta