George Michael já pode descansar em paz

0

O corpo do cantor britânico George Michael já poderá ser enterrado, dois meses e meio após a sua morte, depois da divulgação, nesta terça-feira, do relatório final do médico legista, que estabelece que ele morreu de causas naturais.

As causas da morte do artista aos 53 anos, no dia 25 de dezembro de 2016, foram uma “miocardiopatia dilatada com miocardite e gordura no fígado”, afirma em um comunicado Darren Salter, legista chefe do condado de Oxfordshire, o que conclui a investigação sem a necessidade de novas análises.

Ao longo de sua vida, George Michael protagonizou vários incidentes vinculados ao consumo de álcool e drogas.

O cantor de “Careless Whisper” passou quatro semanas preso em 2010 por bater com sua Range Rover em uma loja do norte de Londres depois de ter fumado maconha.

Três anos antes foi encontrado inconsciente em sua Mercedes Benz e admitiu ter consumido drogas, mas escapou da pena de prisão depois de aceitar cumprir 100 horas de trabalhos sociais.

As doenças mencionadas — coronárias e hepática – no relatório final do legista podem ser o resultado do abuso das substâncias.

O legista pediu respeito à família do artista. “Não serão comunicadas mais novidades (sobre o caso) e a família solicita à imprensa e ao público respeito a sua privacidade”.

Os primeiros resultados da necropsia, divulgados poucos dias após a morte, não eram conclusivos, de acordo com a polícia, o que demandou novos exames.

“Foi realizada uma necropsia ontem, como parte da investigação sobre a morte de George Michael, e os resultados não foram conclusivos”, anunciou a polícia em um comunicado divulgado no dia 30 de dezembro.

– “Seu corpo o abandonou” –

Em 2011, o cantor havia sobrevivido a uma pneumonia e nos últimos anos ficou afastado dos olhares da opinião pública, vivendo em Goring-on-Thames, o povoado idílico à beira do rio Tâmisa onde faleceu.

O namorado de Michael, Fadi Fawaz, afirmou que o encontrou “descansando em paz”, na cama de sua residência.

“Fui a sua casa para acordá-lo e ele havia ido embora, jazendo em paz em sua cama”, narrou Fawaz ao Daily Telegraph.

“Seu corpo o abandonou”, disse Kenny Ross, seu companheiro por treze anos, ao jornal Daily Mirror. Além disso, explicou que a família do cantor estava impaciente para realizar seu funeral.

Georgios Kyriacos Panayiotou — nome do artista — nasceu em um bairro londrino em 1963 e se tornou uma superestrela mundial nos anos 1980.

George Michael tornou-se famoso com o grupo Wham!, formado em 1981 com Andrew Ridgeley, que fez muito sucesso com canções como “Last Christmas” e “Wake me up before You Go-Go”.

Tanto no Wham! como na carreira solo, Michael foi o compositor de grandes sucessos da década de 80, como “Careless Whisper” e “Faith”. Ele venceu mais de 100 milhões de álbuns em quase quatro décadas.

Nos últimos anos, no entanto, aparecia pouco em público e a imprensa falava mais dos incidentes de sua vida pessoal do que de sua música.

Fonte. AFP

Share.

Deixar uma opinião

%d bloggers like this: